skip to Main Content

Hany Farid, especialista em deepfake, defende regulação de governos sobre gigantes da tecnologia

Hany Farid / tecnologia

Hany Farid, 54, diz não saber de onde surgiu o apelido de “Sherlock Holmes dos dias modernos”, mas não vê problema em ser chamado assim. “Escuto isso na imprensa há muitos anos. Já me chamaram de coisa muito pior, então acho que não me importo.”

Fonte: Folha de S. Paulo
Leia todo o texto

Leia outros textos aqui

Back To Top
×Close search
Procurar